Feira de Artes, Ofícios e Sabores – Vimioso
18 de Dezembro de 2013 – 10:52 | Comentários desligados

O certame engloba várias vertentes, do Artesanato aos Produtos Regionais, incluindo o concurso de Doçaria da Castanha, mas também Atuações Musicais, Montaria ao Javali e Raid TT.

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Cultura e Tradições

Bispo de Bragança-Miranda visita Museu de Arte Sacra de Macedo de Cavaleiros

Enviado por em 25 de Outubro de 2011 – 10:44Comente

museuO novo Bispo da Diocese Bragança-Miranda visita esta sexta-feira, dia 28, o Museu de Arte Sacra de Macedo de Cavaleiros e inaugura também a exposição “os Ex-Votos de Balsamão”. Uma mostra que vai estar aberta ao público até ao próximo dia 31 de Dezembro. O Convento de Balsamão contém o maior espólio de ex-votos do Nordeste Transmontano, estando, nesta exposição, materializados em quadros de pintura, madeira, ou tela, em tapeçaria, objetos de cera e cajados. Estes memoriais de um voto ou de uma promessa, são referentes a graças, ou milagres, concedidas pelo Senhor da Costa (ou dos Cajados) e outras obtidas por intercessão de Nossa Senhora de Balsamão e do Venerável Frei Casimiro Wyszynski.  Do espólio do Museu de Arte Sacra de Macedo de Cavaleiros  fazem parte cerca de oitenta peças distribuídas por cinco salas e uma antecâmara, que abordam um período de mais de quinhentos anos, dos séculos XIV ao XX, e que reúnem exemplos de escultura, pintura, artes gráficas, ourivesaria e metais. É dos poucos museus de Portugal que se pode orgulhar de apresentar telas de António Joaquim Padrão, um expoente da pintura do século XVIII, cuja obra desapareceu quase por completo com o terramoto de 1755. O Museu de Arte Sacra apresenta as peças de um forma rotativa e integrada: as que se encontram expostas irão sendo paulatinamente substituídas por outras peças das paróquias do concelho e conservadas e restauradas na Oficina de Conservação e Restauro de Macedo de Cavaleiros. O Museu de Arte Sacra de Macedo de Cavaleiros está instalado na Casa Falcão, um solar do século XVIII, e o seu espólio resulta do trabalho de inventariação e recuperação do património, desenvolvido desde 2004 em parceria entre a Câmara Municipal e a Associação Terras Quentes, a Diocese de Bragança-Miranda, a Escola de Artes da Universidade Católica – Núcleo do Porto, o Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e o Instituto Superior de Ciências Criminais da Policia Judiciária, bem como da boa vontade das paróquias e outros proprietários de peças de arte religiosa.

 Comentários estão fechados