Home » Novidades

Jovens pintores expõem em Bragança

Submitted by on 25 de Janeiro de 2012 – 11:14No Comment

centro cultural adriano moreiraMário Ortega, com “Carderno de Viagens”, e Cala, com “Volúpia”, ocupam as duas salas do Centro Cultural Adriano Moreira.

O Centro Cultural Adriano Moreira, em Bragança, acolhe, até 26 de Fevereiro, duas exposições de jovens artistas. Uma, de Mário Ortega, designada “Caderno de Viagens”, resulta, precisamente, segundo o autor, de um caderno de viagens realizadas no Verão de 2011. “Aqui está muito presente a maneira como eu encaro o desenho, de uma maneira livre, mas muito marcada nas texturas, nos materiais”, explicou Mário Ortega. Ao fundo da sala o autor apresenta uma cópia de um original de William Turner, sobre a cidade de Veneza. Segundo indicou, nesta tela de grandes dimensões, tentou explorar ao máximo a questão das texturas e do ambiente que, neste caso, era o ambiente de uma tempestade. Actualmente a frequentar o terceiro ano da Faculdade de Arquitectura do Porto, este é também um trabalho onde está presente a sua formação académica, nomeadamente a nível da temática do espaço, da perspectiva e do claro/escuro.

Na sala ao lado, “Volúpia” de Cala, nome artístico de Carlos Almeida, apresenta uma série de telas em óleo, cuja temática essencial é a mistura da natureza com a figura humana. O autor explicou o título da exposição pelo facto de estas composições explorarem as sensações físicas. Com uma sala cheia, na abertura de ambas as exposições, Cala revelou que a presença deste público é importante e demonstrativo do interesse das pessoas pelos novos artistas que vão surgindo na cidade.

Mário Ortega também destacou que a abertura destas salas a jovens artistas é fundamental. “As grandes estrelas claro que as estrelas não nascem do nada, não nascem estrelas. Elas têm um percurso a fazer. Esta a minha primeira exposição individual num espaço destes espero que seja uma de muitas e é um passo importante nesse caminho”, referiu.

Jorge Nunes, presidente do município, destacou ao Mensageiro de Bragança também a importância de abrir este espaço para estes artistas. “A oportunidade existe”, referiu, acrescentando, como nota positiva, o facto de se proceder à inauguração de exposições e ver as salas cheias. “Isso é motivo de satisfação para todos nós e, particularmente, para os artistas”, afirmou.

Comments are closed.