Feira de Artes, Ofícios e Sabores – Vimioso
18 de Dezembro de 2013 – 10:52 | Comentários desligados

O certame engloba várias vertentes, do Artesanato aos Produtos Regionais, incluindo o concurso de Doçaria da Castanha, mas também Atuações Musicais, Montaria ao Javali e Raid TT.

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Turismo vai estar em destaque na XXIX Feira de S. Pedro

Enviado por em 14 de Junho de 2012 – 9:41Comente

feirasaõa pedroSão esperados, na XXIX Edição da Feira de S. Pedro, em Macedo de Cavaleiros, entre 80 a 100 mil visitantes, refere o jornal Terra Quente. O evento, que decorre de 23 a 30 de Junho, vai destacar o sector do turismo.

“Num ano particularmente difícil, em que as empresas, as instituições e pessoas vivem dias complicados, a exigir que o melhor de nós e das nossas capacidades venham ao de cima de forma a superarmos a grave crise em que o país se encontra, temos especial prazer em apresentar mais uma edição deste evento”, explicou António Cunha, presidente da ACISMC.

Com um orçamento a rondar os 350 mil euros, António Cunha considera que este é um investimento necessário já que “temos como missão defender os interesses do meio empresarial. Vamos oferecer aos expositores um palco para promoverem e divulgarem as suas capacidades e oferecendo ao público uma mostra que queremos seja de qualidade e suficientemente atrativa”, defende.

À imagem do ano passado, quando iniciaram mostras temáticas, a organização vai este ano destacar o Turismo e o Mundo Rural. “A floresta, a agricultura, a pastorícia, a caça, entre representam um largo sector da atividade económica a que é fundamental voltar numa perspectiva de criação de riqueza e como forma de reequilibrar e ordenar o território”, refere António Cunha.

A Feira de S. Pedro para além de mostrar é também um palco para grandes espetáculos. Este ano de realçar a atuação de José Cid, Quim Barreiros, a Final da Miss República Portugal, região Norte, João Girão, Emanuel, Linda e David Carreira serão alguns dos artistas responsáveis pela animação e alegria do certame.

 Comentários estão fechados