Feira de Artes, Ofícios e Sabores – Vimioso
18 de Dezembro de 2013 – 10:52 | Comentários desligados

O certame engloba várias vertentes, do Artesanato aos Produtos Regionais, incluindo o concurso de Doçaria da Castanha, mas também Atuações Musicais, Montaria ao Javali e Raid TT.

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Filarmónica açoreana em digressão no Vale do Tua

Enviado por em 5 de Setembro de 2012 – 9:56Comente

Durante o mês de Setembro, o Vale do Tua será alvo de um roteiro cultural, com a participação da Filarmónica Estrela do Oriente, Ilha de São Miguel – Açores, que percorrerá os cinco municípios que fazem parte da zona duriense, adianta o jornal Nordeste.

O programa arranca dia 6, em Mirandela. No dia 7 a Filarmónica Estrela do Oriente estará presente em Carrazeda de Ansiães, no sábado de manhã participará nas cerimónias de geminação de Murça com a vila de Spello (Itália) e à tarde em Alijó – São Mamede de Ribatua. No domingo dia 9 terá lugar uma actuação em Vila Flor e a digressão termina dia 10, em Murça.

Este intercâmbio, apoiado pela Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua, insere-se num programa de desenvolvimento cultural e troca de experiencias/saberes entre as colectividades filarmónicas do Douro e dos Açores.

Os autarcas do vale do Tua e a direcção da ADRVT mostraram-se satisfeitos e empenhados com a realização deste evento, dado estabelecer uma ponte no território português entre uma região insular e uma região do interior continental.

A Filarmónica Estrela do Oriente, fundada em 1878, tem vindo a marcar presença em diversos eventos musicais.

 Comentários estão fechados