Projeto Mais Bragança quer Mais Turismo
29 de Março de 2018 – 14:10 | Comentários desligados

Um grupo de 15 jornalistas especializados em turismo, nacionais e estrangeiros, passaram 3 dias em Bragança a convite da Associação Comercial local
No âmbito do projeto Mais Bragança, que tem como promotor a ACISB – Associação …

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Novo Pólis na cidade de Bragança

Enviado por em 22 de Outubro de 2012 – 9:08Comente

braganca2225 milhões de euros investidos em obras de reabilitação urbana em Bragança. Este é o balanço feito pelo presidente da autarquia da capital de distrito do trabalho desenvolvido neste último mandato, segundo a Brigantia.

O Parque Urbano da Coxa e parte da Circular Interior foram as últimas inaugurações. Jorge Nunes diz que os investimentos levados a cabo nos últimos anos são o equivalente a um novo Pólis para Bragança.

“Fizemos um novo Pólis para a cidade. Neste caso para as partes da cidade mais esquecidas e para as quais é preciso um maior esforço para a sua integração na cidade e construção de equipamentos. Se tivermos em conta o investimento que também está a ser feito no Parque de Ciência e Tecnologia estamos a falar de 35 milhões de euros. Estamos a falar de uma operação que quase duplica a intervenção Pólis”, realça o autarca.

As inaugurações culminaram com o descerramento da placa que dá nome a uma das ruas do bairro da Mãe d`Água. Rua Artur Carpinteiro é uma homenagem feita pelo município à figura conhecida do “Tio Artur”. A filha do taberneiro, Alice Carpinteiro, lembra que esta foi a vontade de mais de 700 pessoas, que subscreveram o abaixo-assinado entregue na Câmara de Bragança.

“Se alguém merece é ele. Há muitas pessoas que gostavam de estar aqui hoje. Esta casa é conhecida por muitas pessoas espalhadas pelos diversos cantos do mundo que passaram por Bragança”, salienta Alice Carpinteiro.

O município a homenagear os filhos da terra e a tornar a cidade mais atractiva para os brigantinos.

 Comentários estão fechados