Projeto Mais Bragança quer Mais Turismo
29 de Março de 2018 – 14:10 | Comentários desligados

Um grupo de 15 jornalistas especializados em turismo, nacionais e estrangeiros, passaram 3 dias em Bragança a convite da Associação Comercial local
No âmbito do projeto Mais Bragança, que tem como promotor a ACISB – Associação …

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Tribunal rejeita recurso do Ministério da Saúde

Enviado por em 25 de Outubro de 2012 – 9:06Comente

inem_1É mais uma vitória dos autarcas do distrito de Bragança em relação à manutenção do helicóptero do INEM em Macedo de Cavaleiros, avança a Brigantia.

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela indeferiu o recurso interposto pelo Ministério da Saúde para contestar a primeira decisão judicial relativa ao decretamento provisório de manter o meio aéreo no distrito de Bragança.

O presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo e representante dos autarcas mostra-se satisfeito com as primeiras decisões judiciais. Aires Ferreira garante que os autarcas vão lutar pelo helicóptero até ao fim do processo. “De facto obtivemos duas pequenas vitórias. Digamos que marcamos dois golos. Isto continua e nós iremos até ao fim. De facto conseguiu-se fazer valer as nossas posições e aquilo que nós consideramos o melhor para a população do Nordeste”, salienta o autarca.

O helicóptero do INEM vai manter-se em Macedo de Cavaleiros até à decisão do tribunal em relação à providência cautelar interposta pelos 12 autarcas do distrito de Bragança, para travarem a saída do meio aéreo do distrito.

 Comentários estão fechados