Feira de Artes, Ofícios e Sabores – Vimioso
18 de Dezembro de 2013 – 10:52 | Comentários desligados

O certame engloba várias vertentes, do Artesanato aos Produtos Regionais, incluindo o concurso de Doçaria da Castanha, mas também Atuações Musicais, Montaria ao Javali e Raid TT.

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Freixo de Espada à Cinta: Três milhões de euros em obras de regeneração urbana

Enviado por em 29 de Outubro de 2012 – 10:07Comente

freixo_normA Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta inaugurou um conjunto de obras de regeneração urbana, na sequência de um investimento de 3,2 milhões de euros, refere a RBA.

"Trata-se de um conjunto de três obras de grande importância para a vila, já que se trata de uma valorização ambiental, uma empreitada virada para a mobilidade urbana e a transladação de uma fonte centenária para o centro da vila", avançou o presidente da autarquia, José Santos.

No que respeita à obra de requalificação ambiental, a intervenção vai permitir corrigir o leito de um curso de água que atravessa a vila e que em momentos de grande pluviosidade "causa estragos", como aconteceu com a forte enxurrada de setembro de 2006, que danificou mais de meia centena de viaturas, casas e bens das pessoas, provocando elevados prejuízos.

Outras das intervenções passa pela ligação das duas principais avenidas da vila e que vai permitir uma maior mobilidade dos cidadãos e veículos automóveis que circulam no centro urbano de Freixo de Espada à Cinta.

A transladação da fonte de Vale de Igreja, que se encontrava "enterrada", permitirá aos habitantes do concelho contemplar um antigo ponto de abastecimento de água à vila e que faz parte da memória coletiva da população do concelho.

O conjunto de inauguração será efetuado numa altura em que Freixo de Espada à Cinta assinala os 500 anos do Foral outorgado por rei D. Manuel I.

 Comentários estão fechados