Feira de Artes, Ofícios e Sabores – Vimioso
18 de Dezembro de 2013 – 10:52 | Comentários desligados

O certame engloba várias vertentes, do Artesanato aos Produtos Regionais, incluindo o concurso de Doçaria da Castanha, mas também Atuações Musicais, Montaria ao Javali e Raid TT.

Leia o artigo completo »
Roteiros e Destinos

Património natural, património construído, cultura, tradições, gastronomia, muitas são as razões para visitar o nordeste transmontano. Uma região com um enorme potencial turístico que vale a pena explorar.

Gastronomia e Vinhos

A gastronomia nordestina é marcada por pratos fortes, carregados de sabor. As carnes de raças autóctones e certificadas dominam a mesa transmontana, onde não faltam os excelentes vinhos do Douro.

Cultura e Tradições

A região nordestina soube como poucas preservar a sua cultura e tradições: as festas tradicionais comunitárias, as comemorações dos solstícios, os caretos, os pauliteiros, são apenas alguns exemplos

Património Natural

Um verdadeiro santuário natural, com três espaços protegidos: o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional; e no coração do nordeste fica o Parque Natureza do Azibo.

Economia e Empresas

Numa zona essencialmente rural a economia assenta na agricultura de subsistência complementada com actividades que começam a ganhar dimensão: a pecuária, a produção de castanha e alguma indústria

Início » Novidades

Bragança: IPB estreita relações com Cabo Verde

Enviado por em 6 de Novembro de 2012 – 10:02Comente

ipbO Instituto Politécnico de Bragança e a Câmara da Boavista, em Cabo Verde, assinaram um protocolo de cooperação para que os estudantes desta ilha possam estudar no IPB.

Segundo a Brigantia, Sobrinho Teixeira diz que Bragança tem condições únicas para os alunos cabo-verdianos fazerem as suas qualificações. “Bragança, a região e o politécnico têm condições únicas para poderem fazer essa qualificação porque tem um ensino de grande qualidade, reconhecido nacional e internacionalmente”, salientou.

O presidente do IPB avança que no próximo ano já devem chegar os primeiros estudantes da Boavista. “Já fizemos protocolos com a Câmara do Sal e do Mindelo e esperamos que venham várias centenas de jovens de Cabo Verde para Bragança”, explicou Sobrinho Teixeira.

Já o presidente da Câmara da Boavista, José Almeida, destaca a qualidade de ensino do IPB e os laços de amizade entre Portugal e Cabo Verde. “Se hoje Cabo Verde está onde está, principalmente na área da formação, é graças à cooperação com Portugal”, sublinhou.

A assinatura do protocolo decorreu no âmbito do Encontro Nacional de Estudantes Boa-vistenses que estão a estudar em Portugal.

 Comentários estão fechados